R. Itararé, 26 - Pátria Nova
Novo Hamburgo - RS

Telefones:
(51) 3582-4958
(51) 8421-4958

O TRATAMENTO

QUEM PODE FAZER O TRATAMENTO DE QUIROPRAXIA?

A Quiropraxia é uma profissão primária, portanto o paciente pode consultar-se diretamente com o quiropraxista, sem a necessidade de ser encaminhado por outro profissional. Não existe idade mínima nem máxima para o tratamento. Bebês, crianças, adultos e idosos podem usufruir do tratamento, assim como gestantes e atletas. O que poderá diferenciar o atendimento, será o procedimento utilizado pelo quiropraxista.

COMO É UMA CONSULTA DE QUIROPRAXIA?

As etapas de uma consulta com o quiropraxista são semelhantes a várias outras profissões na área da saúde. Inicialmente o quiropraxista realiza uma anamnese completa, visando conhecer detalhes da condição atual, antecedentes pessoais e familiares, bem como circunstâncias do paciente que possam ter importância na eventual instituição de um protocolo de tratamento. A história clínica inicial, seguida pelo exame físico, permitem ao quiropraxista formular hipóteses sobre a condição clínica apresentada e desta forma decidir-se pelo protocolo de tratamento ou pelo encaminhamento do paciente a um outro profissional da saúde, que esteja melhor habilitado para o tratamento da condição específica.

QUAL A FREQUÊNCIA DO TRATAMENTO?

A frequência do tratamento varia de paciente para paciente e de caso para caso. Geralmente as consultas são realizadas uma vez por semana. De acordo com a evolução do caso, os atendimentos são espaçados para quinze dias e mensais, até que o paciente entre em manutenção do tratamento e saúde.

O QUE É COMPLEXO DE SUBLUXAÇÃO VERTEBRAL?

O quiropraxista por meio de palpação específica localiza as alterações de posicionamento e mobilidade articular, denominado complexo de subluxação vertebral (CSV). O Complexo de Subluxação Vertebral (CID M99.1) é um conjunto de alterações fisiológicas causadoras de um desalinhamento vertebral. O termo “subluxação” está associado a uma alteração milimétrica no posicionamento da vértebra. Este desalinhamento diminui a região do forame intervertebral (local onde o nervo atravessa) e comprime a inervação, o que deixa os nervos irritados e doloridos. A reprodução de dor durante a palpação de uma estrutura específica é também um sintoma importante para o diagnóstico dessas subluxações.

COMO OCORREM ESSAS SUBLUXAÇÕES?

As causas iniciais destas subluxações ocorrem já nos primeiros instantes do nascimento onde são geradas as primeiras alterações articulares. Situações como o parto, quedas, acidentes de carro ou pancadas inevitáveis geram o fator físico do desalinhamento vertebral. Até mesmo as pequenas atitudes posturais que adotamos diariamente, podem causar subluxações.

COMO É REALIZADO O TRATAMENTO?

No tratamento são utilizados procedimentos minimamente invasivos para tratar as desordens das articulações e problemas envolvidos para devolver este funcionamento articular normal. O ajuste específico do segmento articular é um dos procedimentos mais utilizados pelos quiropraxistas, o qual na maioria das vezes ocasiona um estalido indolor da região.

PRECISO LEVAR MEUS EXAMES DE IMAGEM?

Exames complementares como Radiografia (Raio-X), Tomografia Computadorizada, Ultrassom/Ecografia e Ressonância Nuclear Magnética (RNM) são utilizados pelo quiropraxista na maioria das consultas. Se você já possui um desses exames, traga na primeira consulta. Caso haja necessidade, o quiropraxista solicitará um novo pedido.